Buscar

PEGADA DE CARBONO




As atividades humanas rotineiras e habituais sempre foram geradoras de dióxido de carbono (CO²). Mas em meados do século XVIII, na Inglaterra, ocorreu um importante avanço tecnológico, a invenção da primeira máquina a vapor, que mais tarde ficou conhecido como o início da primeira revolução industrial. A partir deste momento a quantidade de CO² liberado na atmosfera teve um crescimento acelerado.


Entenda como grandes quantidades de CO² na atmosfera pode ser prejudicial para a humanidade, como pode ser calculada a pegada de carbono e se é possível reduzir a mesma.



O carbono e sua relevância



É preciso ter em mente que o carbono é o elemento que sustenta a vida na forma que conhecemos, onde todos

os processos dentro de um ser vivo giram em torno do carbono. Além disso podemos dizer que ele move o mundo, com carros, aviões, trens e muitos outros tipos de transporte, todos utilizando combustíveis fósseis que tem grande liberação de CO² na atmosfera.


A liberação do CO² na atmosfera em si não é um grande problema, afinal, no ciclo do carbono isto é completamente necessário para a manutenção da vida. Além disso o dióxido de carbono é um dos mais importantes gases do efeito estufa e em grandes concentrações acarreta no aumento geral da temperatura do planeta Terra, sendo que os gases estufa “seguram” o calor na atmosfera do planeta o que, por sua vez, contribui para o aquecimento global. Esse aquecimento tem efeitos prejudiciais para o meio ambiente, pessoas e animais.



O que é e como reduzir a pegada de carbono?



Pegada de carbono é o tanto de CO² gerado por atividades realizadas por cada pessoa ou empresa mundo .

Ela é medida a partir de quanto carbono é lançado na atmosfera e tem grande importância para se mensurar a pegada ecológica. A metodologia utilizada para a medição calcula a quantidade de planetas terras necessárias para sustentar o nosso estilo de vida atual. É importante ressaltar que oceanos e florestas são áreas bioprodutivas e atuam para reduzir a pegada de carbono.


O que pode ser feito pelas pessoas é tentar ao máximo utilizar produtos e serviços de empresas que buscam ao máximo reduzir ou zerar a pegada de carbono por ela produzida. Neste sentido na área de produção de energia, os sistemas fotovoltaicos têm grande força, pois com a sua alta durabilidade e utilização de materiais de fácil acesso, como vidro, cilício e alumínio por exemplo. A pegada ecológica de um sistema inteiro é zerada por utilizar uma fonte de energia que não se esgota e não afeta o meio ambiente, diferente de usinas hidrelétricas e termoelétricas.


Entender as emissões de carbono, sejam elas diretas ou indiretas, é de extrema importância para a redução, que tem como finalidade desacelerar o aquecimento global, reduzindo a pegada ecológica e melhorando a qualidade de vida no planeta, evitando a sobrecarga da Terra.



23 visualizações0 comentário